Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > PROPESQ: edital do Programa de Incentivo à Produção Intelectual da UFPI
Início do conteúdo da página

PNAIC: UFPI e parceiros formam quase 8 mil professores alfabetizadores no Piauí em 2016

Imprimir
Publicado: Sexta, 14 de Julho de 2017, 13h13

14.07 PNAIC (45).JPG

Seminário encerra formação de quase oito mil alfabetizadores, que iniciou em 2016

Durante esta sexta-feira (14), ocorre em Teresina o Seminário Estadual de Alfabetização: Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - PNAIC em Foco, com a participação de mais de 700 professores dos municípios piauienses. 

Com o tema, “Formação Continuada de Alfabetizadores: Ações do PNAIC no Piauí", o evento é realizado pela Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (Fadex), da UFPI, em parceria com a Secretaria Estadual da Educação (SEDUC).

14.07 PNAIC (22).JPG

Meta do programa é alfabetizar todas as crianças até os 8 anos de idade

Criado em 2012, o Pnaic é um compromisso formal que une o Governo Federal e municípios em um esforço conjunto para que todas as crianças sejam alfabetizadas até os 8 anos de idade, ou seja, até o final do terceiro ano do Ensino Fundamental. No Piauí, todos os 224 municípios integram o Pacto. 

Seminário Pnaic - Participaram da solenidade de abertura do Seminário a coordenadora geral do Pnaic no Piaui, Profa. Dra. Antonia Edna Brito; as coordenadoras adjuntas do Pnaic no estado, Profa. Dra. Barbara Maria Macedo Mendes e Profa. Dra. Teresa Christina Torres Silva Honório; a supervisora do Pnaic no Piauí, Prof. Dra. Josania Lima Portela Carvalhedo; a representante dos formadores do Pnaic no Piauí, Profa. Me. Rosilene Vieira; o representante da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-PI), Edmilson Pereira de Araujo; a representante da Seduc-PI, Profa. Esp. Maria Aragão; a representante dos coordenadores locais, Profa. Esp. Iracema Hildete Carvalho Albuquerque.

O Pnaic é sustentado em quatro eixos: material didático, avaliação, gestão e mobilização social e, o principal deles, formação continuada de professores. A UFPI é responsável por coordenar, gerenciar e desenvolver as ações de formação e atua em parceria com a Undime-PI), e secretarias municipais de Educação. Só este ano, a Universidade formou 7.777 professores alfabetizadores – a meta anual é formar entre 7.500 a 8.500 profissionais cada ano.

As equipes da Universidade, formadas por professores efetivos, estudantes de mestrado e doutorado, e pessoas da comunidade selecionadas como formadores, vão aos municípios acompanhar as ações de formação continuada. O objetivo é auxiliar os professores refletir sobre as práticas alfabetizadoras, explica a coordenadora geral do Pnaic no Piauí, Antonia Edna.

14

Coordenadora do Pnaic no Piauí, Antonia Edna Brito.

“A ideia é formar na unidade teoria-prática, e nós encontramos resistência entre os professores, porque eles não queriam a teria, queriam o melhor método para alfabetizar. Mas fomos construindo esse entendimento de que a formação requer o conhecimento teórico associado à prática. Levar o professor a entender o que, por que e para que fazer no contexto da sala de aula”, explica Antonia Edna Brito. 

14.07 PNAIC (12).JPG

 Edmilson Pereira, da Undime-PI

Para o representante da Undime-PI, o programa é viável para impactar a qualidade do ensino nos municípios.

“Nós percebemos a mudança pela formação dos professores que o programa proporciona, pelo material didático e paradidático disponibilizado para o trabalho dos professores em sala de aula, e pela articulação dos professores com as secretarias de Educação, que proporciona uma sintonia nos trabalhos”, analisa Edmilson Pereira.

14.07 PNAIC (27).JPG

Quase 800 professores acompanham a programação do Seminário Estadual da Pnaic

A programação do Seminário Pnaic avança ao longo do dia com debates, palestras e mesas-redondas, voltados à reflexão de temas diversos como alfabetização e inclusão, alfabetização em classes multisseriadas, e letramento escolar.

 

palestrante.jpg

Eliana Sousa, palestrante no Seminário, defende prática pedagógica menos mecânica e mais criativa

 Marcando a abertura do evento, a Profa. Dra. Eliana de Sousa Alencar Marques, da UFPI, ministrou a palestra “Formação continuada de professores: realidades e possibilidades do desenvolvimento profissional”.

“É trabalhar com a ideia de que a formação continuada pode levar ao desenvolvimento profissional, quando, de fato, possibilita a transformação da consciência do professor. Para que esse professor aprenda a olhar a realidade, investigar, e ser capaz de encontrar o caminho para uma prática pedagógica menos mecânica, mais inovadora, mais criativa e mais transformadora”, explicou a palestrante.

ita.jpg

 Coordenadora do Pnaic em Itainópolis comemora sucesso do Programa no município

Atuando no município de Itainópolis, a coordenadora local do Pnaic, percebe os resultados da formação dos professor nos índices da Educação no município, localizado a 360 km de Teresina.

“O maior desafio que o município ainda encontra é a questão de distorção idade-série, principalmente, em algumas localidades, temos crianças que chegaram à escola em idade avançada. Com aquelas crianças que conseguimos trabalhar após o programa, os resultados são festejados. Temos, por exemplo, três escolas que já estão com a meta no IDEB acima do esperado”, destaca.

 

 

 

Fim do conteúdo da página